Projetista estrutura metálica

Projetista de estrutura metálica – Como entrar neste mercado

Como se tornar um projetista de estrutura metálica e ter trabalho contínuo

Vou mostrar o caminho para você se tornar um projetista de estrutura metálica passo a passo, indicando cursos (veja nossa matéria sobre cursos de estrutura metálica), bibliografias e softwares que você precisa dominar.

Em seguida, vou te mostrar como ter trabalho de forma contínua, mesmo nos períodos de crise na construção. O que vou te mostrar aqui é o que nós fazemos e temos conseguido um fluxo de trabalho constante nos últimos anos.

O que é preciso para ser um bom projetista de estruturas metálicas

Você vai precisar de conhecimento técnico e experiência. O conhecimento técnico de muitos projetistas é obtido diariamente, com a convivência com seus colegas de trabalho e novos desafios superados a cada projeto. Este processo, embora seja o mais comum, é mais demorado. Começar a trabalhar em uma equipe para ir aprendendo com o trabalho pouco a pouco é mais cômodo, mas não é o que te aconselho a fazer.

Eu vou te ajudar neste caminho para conseguir o conhecimento e a experiência, separei 4 passos fundamentais.

Os 4 passos para crescer em sua carreira de projetista.

Passo a passo para se tornar um mprojetista - TSteel

Aqui vai o primeiro passo para você construir seu mercado de trabalho : Aprenda os conceitos e parte teórica de forma consistente. Surpreenda seus colegas e superiores mostrando conhecimentos teóricos que eles não esperam que você tenha. Um bom resumo dos conceitos indispensáveis, de onde você deve começar, está na nossa matéria sobre como iniciar conhecendo o básico.

É possível acelerar o processo de ganhar experiência? Sim, é possível. Depende de uma postura profissional madura e de foco. Assisti, ao longo dos meus trinta anos de carreira com projetos de estrutura metálica, inúmeros profissionais. Alguns deles com muitos anos de experiência. E de forma consistente, assisti durante estes anos alguns profissionais se destacarem e conquistarem melhores posições do que outros com muito mais experiência. Isso porque experiência exige tempo, mas não é somente a quantidade de tempo. É também a qualidade do tempo investido. É aqui que vem o segundo passo: Saia da zona de conforto, aceite desafios e sempre faça o seu melhor em cada trabalho. Fazer um trabalho mais ou menos, apenas para se livrar dele ou faze-lo bem exige a mesma quantidade de energia, apenas um pouco mais de maturidade e disciplina.

Hoje o projeto exige a utilização de softwares específicos, tratei deste assunto em uma matéria com mais detalhes. Aprender a usar um software ou ser bom nele, são coisas completamente diferentes. Aqui vai o terceiro passo: Estude e seja um usuário avançado em todo software que você tiver acesso. No seu trabalho você usa um determinado programa, certo? Tente ser o cara que conhece o programa mais a fundo, que tira as dúvidas dos outros, o que ensina os mais novos. Isso vai te dar autoridade na equipe e te ajudar a criar sua reputação. Mas não seja um “piloto de software”, lembre-se de que ele é uma ferramenta e ser um bom usuário sem ter a teoria não serve pra quase nada.

Conheça novas plataformas, novos softwares e novas tendências do mercado. É muito fácil se conectar pelas redes sociais à outras pessoas da nossa área. Aos poucos, comece a contribuir e criar relacionamentos. Este é o quarto passo: Crie uma rede de relacionamentos e aprenda a crescer profissionalmente com esta rede.

Quanto tempo leva para eu ter conhecimento técnico e experiência

O conhecimento técnico só depende da sua disciplina e dedicação. Já passei o caminho a ser trilhado e qual material didático necessário. Em alguns meses você pode estar dominando a teoria do projeto de estrutura metálica. Quanto à experiência, já vi pessoas alcançarem uma experiência excelente em apenas dois anos de trabalho. Aqui é fundamental entender uma coisa, comece trabalhando para um equipe (fábrica ou escritório de engenharia) com pessoas que já estão no mercado. Aprender sozinho na base da tentativa e erro vai destruir a sua reputação com a quantidade de problemas que vai enfrentar.

Vamos lembrar que aqui não é a quantidade de tempo apenas, mas a qualidade deste tempo com projeto que conta.

Quer trabalhar com cálculo estrutural?

Excelente, tenha em mente que as escolas de engenharia não preparam você para enfrentar projetos. É necessário trabalhar com escritórios e engenheiros experientes por um período até que se sinta seguro para fazer uma análise estrutural.

É necessário um domínio das normas técnicas, práticas de mercado e saber usar com consistência um bom software de elementos finitos. A engenharia estrutural é uma carreira  de eterno estudante.
 

Se vai fazer cursos, tenha em mente que há muitos cursos disponíveis no nosso mercado com qualidade duvidosa. É muito comum cursos de cálculo baseados em um software, fuja disso. O cálculo estrutural é muito mais do que usar um software. Tenha em mente que você precisa aprender o comportamento das estruturas, os conceitos que levam às diretrizes normativas e como fazer verificações manuais.

Quero trabalhar sozinho e ter meu escritório : Como ter trabalho de forma contínua

Aqui a receita é simples, o que não quer dizer que seja fácil. Primeiro você precisa ter conquistado o conhecimento técnico, a experiência e a reputação (confiança que as pessoas do mercado têm no seu trabalho). Nas épocas de grande demanda, todos têm trabalho. E é nessas épocas que temos a grande oportunidade de nos diferenciar dos outros, construindo uma reputação sólida, optando por entregar um excelente trabalho e não apenas em fazer o trabalho. Mas a reputação também é construída a partir dos primeiros dias de trabalho a medida em que você segue os 4 passos que ensinei.

Ok, já conquistei tudo isso e agora tenho o meu escritório de projeto. Conhecimento, experiência e reputação são suficientes para assegurar trabalho contínuo : Não, não é. Aumenta muito as suas chances, mas não é suficiente. Você precisa estar atualizado e ter versatilidade. O que isso significa:

Atualização

Você precisa estar atualizado com as tendências de mercado. Por exemplo, está entrando em vigor a exigência governamental de se usar a tecnologia bim nas obras públicas. Você já sabe o que é isso e como participar? Já sabe quais são as plataformas que o mercado vai usar? Já começou a estudar e se informar? Quando o telefone tocar e um cliente estiver a procura de um projetista que saiba fazer interface com o Revit, o que você vai dizer?

Aqui vai um aviso: Não se torne um piloto de software de estrutura metálica, um especialista em dizer como todos programas funcionam. Vejo pessoas viciadas em usar novos softwares sempre em busca de novidades. Vejo pessoas falando de software e como usar, mas não fazem projetos na prática. Fuja disso. Atualizar-se significa saber o que o mercado precisa para entregar projetos. Seja prático.

Versatilidade

O mercado de estruturas metálicas tem nichos específico: Coberturas comerciais (shoppings, centros de distribuição, pequenas indústrias), galpões industriais pesados (mineração e siderurgia), estruturas de processo (petroquímicas in indústrias de processo), estruturas offshore (Petrobras), torres de transmissão, subestações, torres de telecomunicações, etc.. Cada nicho tem as suas peculiaridades, exigências e muitas vezes utilizam plataformas diferentes de software.

Raramente todos os nichos de mercado estão em ata ao mesmo tempo. Então, é necessário conhecer cada um destes nichos. Na sua fase de adquirir experiência, se soube sair da zona de conforto e aceitar desafios, certamente já passou por diferentes tipologias de estrutura. Isso agora vai ser fundamental. Versatilidade é isso: saber sobreviver nos diferentes ambientes dentro do nosso mercado.

Ética e credibilidade

É fundamental ser ético (ver nosso artigo sobre ética no mercado de detalhamento)e construir sua credibilidade ao longo dos anos. Não há atalhos que valham a pena, aceite isso de quem já está no mercado a muito tempo.

Saber fazer e saber vender são coisas diferentes

Conheço muitos profissionais tecnicamente muito bons, mas que não desenvolveram a capacidade de saber vender seus serviços. Falo disso em mais detalhe quando questiono sobre os preços de engenharia no nosso mercado. Aprender a vender é muito mais fácil do que aprender a usar um software de detalhamento, pode acreditar nisso. A questão é: o quanto você já estudou sobre este assunto? Quanto tempo você dedica a isso?

Aonde o software TSteel 3D se encaixa em tudo isso.

Se fosse apenas mais uma opção de software de estrutura metálica, já seria o suficiente para você se interessar por ele. Mas nosso projeto é muito maior do que isso, tanto que você está agora lendo todo este material fruto da minha experiência. Vamos criar uma comunidade, com treinamentos cada vez mais completos e com soluções cada vez mais inovadoras. Ter domínio de um software como o nosso é ter versatilidade. Estar conectado com nosso material publicado nas redes sociais e no blog e uma forma de estar atualizado.

Acompanhe nossos movimentos, tem muita coisa boa e nova vindo por ai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *