Curso para iniciar do básico

Curso de estrutura metálica : Iniciando do básico

Para quem está começando

Você quer entrar no mercado de estrutura metálica ou quer ser capaz de ler e interpretar desenhos de estrutura metálica? Aqui vou discutir o conteúdo que você precisa saber e mostrar onde acessar e como acessar nosso curso que explica tudo passo a passo em aulas por vídeo. Conte com a experiência de quem está atuando no mercado a mais de 30 anos. Todo o materials pode ser acessado via:

  1. Manual em PDF com todo o conteúdo. É gratuito e você pode baixar a qualquer momento.
  2. Nosso curso de projetista básico vai te ajudar a entender todos os conceitos e ajudar a aprender com exercícios diários corrigidos pelo instrutor. O acesso ao curso é fácil e vitalício.

Nomenclatura dos elementos estruturais

Duas razões para você dar uma boa olhada nas nomenclaturas e termos usados pelos profissionais da área:

  1. Entender o que eles estão falando.
  2. Não usar termos errados, que mostram que você não tem experiência na área.

Perfis e chapas utilizados para estruturas metálicas

Você precisa saber quais são os perfis utilizados em estruturas, saber a diferença entre perfis laminados, perfis soldados e formados a frio e quais são mais utilizados em projetos. Determinados perfis laminados possuem baixa disponibilidade ou custo unitário elevado. A especificação de perfis não adequados pode causar a impressão de que você não conhece o mercado, além de expor seu projeto a solicitações de alteração de perfis pelos fabricantes.

Materiais e suas características : o que é usado no mercado hoje

Você precisa conhecer o nome e as características principais materiais usados no mercado para:

  1. Perfis laminados
  2. Chapas e perfis laminados a frio
  3. Parafusos
  4. Soldas

Etapas de projeto

Aprenda as etapas de projeto, suas interligações, conceitos e importância:

  • Análise de escopo
  • Modelagem
  • Resolução de pendências e dúvidas de projeto
  • Controle de revisões
  • Verificações intermediárias
  • Validações
  • Emissão de desenhos

Preocupações do projeto de estrutura metálica

As principais preocupações ou pontos de atenção do projeto são:

  1. Exigências da arquitetura ou layout
  2. Uso de matérias primas adequadas
  3. Listas antecipadas de matérias primas
  4. Preocupação com processo de fabricação
  5. Cuidados com caracterísitcas especiais de proteção à corrosão (por ex.: estruturas galvanizadas)
  6. Sequência de informações conforme sequência de montagem e prioridades da obra

Noções de desenho técnico e convenções que você deve saber.

As noções de desenho técnico abrangem:

  1. Rebatimentos e projeções de peças
  2. Representação de furos e recortes
  3. Convenções e boas práticas de indicação de cotas
  4. A representação correta de cada tipologia de perfil
  5. Informações necessárias para fabricação de uma peça
  6. Informações necessárias para a fabricação de um conjunto
  7. Cálculo de pesos de perfis e conjuntos
  8. Montagem da lista de material

 

Conexões parafusadas e soldadas

É fundamental conhecer os conceitos, materiais e utilizações dos parafusos e soldas em estruturas metálicas.

As ligações parafusadas envolvem conceitos como:

  1. Tipologias de parafusos, materiais e aplicações
  2. Folgas de furação
  3. Exigências de projeto como distâncias mínimas entre furos e de furo a bordas
  4. Gabaritos de furação
  5. Cálculo do comprimento dos parafusos

As ligações soldadas envolvem:

  1. Tipos de solda
  2. Nomenclaturas mais comuns
  3. Representação (simbologia)

Chumbação : a interface entre a estrutura metálica e estruturas de concreto armado

A chumbação, que permite a fixação da estrutura metálica nas bases ou peças estruturais de concreto, podem ser feitas através de:

  1. Chumbadores pré-instalados
  2. Inserts metálicos pré-instalados
  3. Chumbadores pós instalados ( mecânicos ou químicos )

Além disso, as informações de chumbação possuem exigências próprias como prazo antecipado de entrega, interligação com as reações de apoio e outros fatores.

 

Marcações de peças e conjuntos

No projeto de fabricação, a marcação de peças e conjuntos está relacionada a um planejamento de montagem e rastreabilidade da estrutura. Embora cada fabricante tenha a sua preferência e cada obra sua característica própria, existem conceitos e orientações que devem ser seguidas para um bom projeto.

Diretamente relacionada à marcação, está a a lista de materais que se apresenta em inúmeros formatos dependendo da necessidade (fabricação de um conjunto, embarque da estrutura, montagem de uma prioridade, compra de materiais, etc…)

 

Convenções em desenhos de detalhamento

Cada área da construção civil, como o de estruturas de concreto armado, instalações, ar condicionado e outros possuem sua padronização de desenhos. Na nossa área acontece o mesmo e é necessário estar ambientado e aprender a ler e criar desenhos na formatação do mercado.

Os desenhos de detalhamento mudaram muito nos últimos anos por conta da facilidade oferecida pelos modelos 3D e pelas máquinas de CNC (controle numérico), mas os conceitos gerais de apresentação e leitura continuam os mesmos. É necessário representar cada elemento estrutural com as suas características próprias. Uma coluna é representada de forma diferente de uma viga, e assim por diante.

A forma de apresentar os desenhos, a habilidade de incluir as cotas e soldas necessárias sem poluir o desenho e as recomendações gerais de desenho devem ser conhecidas pelos profissionais da área de estruturas metálicas.

 

Coberturas e Fechamentos Laterais

Uma das tipologias mais comuns em estrutura metálica são as coberturas. É necessário conhecer as principais soluções em telhas e recobrimentos, sua utilização e exigências que influenciam na definição da estrutura. As coberturas possuem tipologias próprias de travamentos e peças.

Fatores como:

  1. Caimento da cobertura
  2. Espaçamento entre terças
  3. Área de calha mínima

 

Conclusão sobre os conteúdos do curso de estrutura metálica

Obviamente este post não tem como incluir toda a teoria. Nós temos um curso online que trata de todos estes assuntos e vai além, falando de boas práticas, ética no projeto e questões de gerenciamento de projeto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *